Linux Mint – morte ao Ubuntu?

O linux mint chegou em peso, e ja está dominando como versao mais baixada, deixando pra trás o ubuntu. Mas sinceramente, acredito que isso seja “modinha”.

Pessoal está baixando adoidado o Mint para testar mais na minha opinião, o Ubuntu ainda é melhor.

Vamos ao um pequeno review do Mint, feito pelo Bruno Barbosa do Algoritimizando:

Linux Mint já está na versão 11, e é uma distribuição Linux baseada no Ubuntu! Sim, nele mesmo! e no mais atual, o 11.04.

Mas se você não gostou do Unity, está aí uma excelente opção, pois apesar de ser baseado na última versão do Ubuntu, ele não adotou o Unity, e continua utilizando o Gnome 2, uma ótima alternativa para você que não possui uma placa gráfica poderosa para utilizar todos os recursos do Unity.

Se você não gosta de distribuições baseadas no Ubuntu, ou com interface Gnome não se preocupe, ele também tem versões baseadas no Debian, e também interfaces como KDE, XFCE e LXDE.

Quando instalei o Linux Mint, uma das primeiras modificações que fiz foi mudar a barra de menu para o topo da tela, pois por padrão ele vem ali em baixo, o que me lembrou bastante o Windows e… melhor não comentar sobre o assunto rrsrrs…

Seu menu chama bastante atenção pelo excelente design e uma forma inovadora e bem planejada de organizar seus aplicativos. Nele você tem seus aplicativos favoritos para serem acessados rapidamente e também a listagem de todos os programas, separados por categorias como já estamos acostumados.

No menu de aplicativos, ainda contamos com uma caixa de busca, que facilita bastante para localizar e executar aplicativos rapidamente.

Veja nas imagens abaixo para esclarecer melhor:

A segunda alteração que fiz assim que instalei o Linux Mint, foi a instalação do Docky!

Devo confessar que realmente me acostumei com essa excelente aplicação, e você pode saber mais sobre o docky em nosso artigo aqui mesmo no Algoritmizando! =)

Não vou entrar em muitos detalhes sobre isso, mas vou dizer à vocês que o Linux Mint possui temas e papéis de parede realmente excepcionais! Mas se mesmo assim você é viciado em wallpapers e está sempre a procura de novos, veja nosso artigo sobre como deixar a área de trabalho do seu computador com a sua cara! =)

Em outras distribuições Linux, há muitas vezes um certo trabalho para instalar o Java e defini-lo como padrão do sistema para acessar os principais Bancos online, como por exemplo, Banco do Brasil, Stantander, Bradesco, dentre outros…

Aqui no Algoritmizando, eu cheguei a escrever um artigo ensinando como Instalar o Java no Ubuntu, se você ainda não leu, dá uma passada lá!

No Linux Mint, o Java já vem instalado na distribuição junto com alguns plugins para fazer funcionar nos principais navegadores… Acessei o Banco do Brasil aqui sem nem lembrar que era necessário o Java instalado =)

O navegador padrão do Linux Mint é o Firefox 5. Mas como prefiro o Google Chrome, foi fácil mudar o navegador padrão com essa dica, que apesar de ser para o Ubuntu, também serve para o Linux Mint, afinal, ele é baseado no sistema da Canonical lembram? =)

A suíte de escritório é o LibreOffice, de longe o melhor Software Livre da categoria e dispensa grandes explicações… Mas se você não usa o LibreOffice ainda e quer testar, veja o artigo de nosso amigo Thiago Silva, onde ele ensina a instalar o LibreOffice no Linux para você que ainda usa o OpenOffice ou não tem ainda nenhuma suíte de escritórios no seu PC.

O reprodutor de filmes e músicas é o Totem, que acredito que muitos já conhecem, mas também já vem com o VLC instalado! Achei ótimo, pois economizou mais alguns minutos baixando, já que o VLC também é meu reprodutor multimídia favorito!

Mas se você ainda não conhece esses reprodutores multimídia que citei acima, não deixem de ler nosso artigo sobre os 5 melhores players de áudio e vídeo do Linux!

Acredito que o único aplicativo que veio por padrão que não gostei muito, foi o visualizador de fotos, o gThumb. Simplesmente por que ele não tem a opção de recortar as imagens sem que para isso seja necessário abrir um editor externo.

De uma forma geral, estou gostando muito do Linux Mint, que parece ser uma boa alternativa tanto para usuários leigos no Sistema Operacional Linux, quanto para usuários mais avançados que procuram um sistema que é só tirar da caixa e começar a usar!

No meu notebook, o Linux Mint rodou perfeitamente o bluetooth e inclusive os atalhos de teclado que não funcionavam em outras distribuições, nem mesmo no Ubuntu 11.04! O mundo é um lugar bem melhor quando você pode aumentar e abaixar o volume do som de seu notebook usando apenas o teclado rsrsrsrs…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s