Facebook permite comprar e mandar presentes pela rede social

Comprar presentes pela internet costuma ser tarefa fácil se você tem o endereço do destinatário. E quando não tem? Recorra a uma página nova, anunciada pelo Facebook hoje, especialmente desenvolvida para a compra imediata de presentes para outras pessoas na rede social. O usuário escolhe o item, confirma o pagamento e escolhe o amigo. Do outro lado da tela, esse amigo completa as informações de entrega.

É o próprio destinatário quem insere o endereço completo para que o correio entregue o produto por lá. Ele ainda troca um item por outro se não tiver gostado do que o amigo queria presentear. Parece-me um tanto rude trocar um presente antes mesmo de recebê-lo, mas é o tipo de inovação que o Facebook Gifts possibilita. Quem não gosta em absoluto de roupas floridas não teria motivo para receber uma dessas antes de solicitar a troca por uma roupa xadrez.

Escolha o presente

A novidade por enquanto vale somente para os Estados Unidos. Outros países devem recebê-la “gradualmente”, de acordo com o Facebook. Entre os presentes previamente cadastrados no sistema há meias femininas, cupcakes e ursinhos de pelúcia, bem como cartões da cafeteria Starbucks para trocar por um frapuccino ou algo assim, como se fosse um voucher.

Pense bem: o Facebook sabe dos aniversários da maioria de seus amigos. Ainda que você esqueça de planejar algo como uma festa, pelo menos terá a chance de avisá-lo sobre o presente. A seção do site com a listagem dos aniversariantes do dia passa a exibir o botão “Dê a ele(a) um presente”. O agrado fica a poucos cliques de distância.

Foi aberto um cadastro para que comerciantes manifestem interesse em vender presentes na rede social. Nós não sabemos qual parcela do valor de venda fica para Mark Zuckerberg e qual vai para o comerciante.

Essa é uma forma interessante de conseguir dinheiro com uma rede social. O Facebook enfrenta dificuldades para mostrar a que veio no âmbito comercial. A rede social com 800 milhões de registrados não gera tanta receita quanto se imaginava ao lançar-se na bolsa de eletrônicos Nasdaq, nos Estados Unidos. Preços de ações caem drasticamente antes de estabilizar. Mark Zuckerberg, o CEO da companhia, teve de se comprometer publicamente a não vender ações pelo período de um ano para demonstrar sua confiança na empresa e aliviar a pressão vinda dos acionistas e investidores.

Fonte:Tecnoblog

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s