Entenda o golpe do “depósito simulado”

O golpe do “depósito simulado” ou do envelope vazio é um golpe de estelionatários que vem sendo registrado pelo menos desde 2014 ( foram os registro que encontrei em uma busca rápida).

Os estelionatários telefonam para empresas que comercializam produtos, principalmente casas agropecuárias se passando por compradores que estão interessados em comprar produtos com pagamento à vista, através de depósito bancário. Mas, os envelopes são depositados vazios.

A negociação

O estelionatário telefone para o comerciante e se diz interessado no produto , por exemplo a compra de roupas de uma confecção. O estelionatário então, diz que precisa urgentemente de 10 mil reais em mercadoria por exemplo e diz que vai pagar a vista. Dias depois o estelionatário telefona para a vitima e diz que fez o deposito dos 10 mil reais. Passado algumas horas, o estelionatário liga novamente, informando que seu officeboy fez o deposito erroneamente, ao invés de 10 mil, depositou 30 mil, por exemplo.

Ai se dá inicio ao golpe, o estelionatário faz um deposito vazio na boca do caixa com o valor de 30 mil reais. Ele diz que está desesperado precisando do dinheiro de volta, e pede ao comerciante que veja o saldo da sua conta e faça o estorno de 20 mil reais e fique com os 10 mil combinados. A pessoa então cai no golpe, fazendo estorno de 20 mil reais, que na verdade jamais existiram na sua conta.

Onde está a falha no golpe

No ato da negociação, a maioria dos casos envolve produtos agropecuários como: roçadeiras, arames e implementos. Os estelionatários acertam de fazer o depósito no Bradesco, mas, na verdade, os criminosos inserem nas máquinas de auto-atendimento um envelope vazio.

A facilidade está no sistema do Bradesco, que soma o saldo da conta da vítima com o valor indicado pelo suposto depósito contido no envelope, mesmo sem que ainda tenha sido processado. Daí, os estelionatários pedem à vítima que faça a consulta do saldo bancário e lá já consta no extrato o valor indicado no depósito, o que induz a vítima ao erro, ou seja, permite a entrega do material negociado ou até devolução de dinheiro.

Com evitar

A principal medida é tomar muito cuidado ao vender qualquer produto ou fechar um negócio, principalmente quando a negociação for realizada pela a internet. Não aceite pagamento feitos por depósito no caixa eletrônico, ou então, quando aceitar, só entregue o produto ou encerre o negócio quando obtiver a confirmação de que o dinheiro já está na sua conta.

 

Veja um vídeo sobre o caso:

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s