Documentário:Steve Jobs VS Bill Gates- Piratas do Silício

A rivalidade de Steve Jobs com Bill Gates, ex-presidente e dono da Microsoft, já é elemento cultural do setor. Essa disputa pode ser conferida no filme produzido pelo canal de TV a cabo TNT, “Pirates of Silicon Valley”, que aborda a biografia deles e das suas empresas. Podemos ver a disputa que existia entre eles e suas respectivas empresas muito antes de serem os icones e “idolos” que são hoje.

Clique aqui e baixe o filme dublado Piratas do Silício

Link Alternativo

Sinopse:

Na primeira cena de Pirates of Silicon Valley, Steve Jobs olha para a câmera com um ar maníaco e diz: “Não quero que você pense nisso só como um filme. Nós estamos reescrevendo a história da humanidade.” Mas Jobs, que no filme é vivido pelo ator Noah Wyle – famoso pela atuação no seriado E.R. –, não está se dirigindo ao espectador; está falando com o cineasta Ridley Scott, que dirige o comercial de lançamento do Macintosh, em 1984.

Pirates of Silicon Valley, de 1999, conta a história do computador pessoal de um jeito muito divertido. O filme contém exageros e é meio maniqueísta, mas deixa bem claras as diferenças entre os grandes inventores do computador pessoal: Jobs, Bill Gates e a IBM.

Jobs é um garoto hippie e contestador, que vai a passeatas na universidade, toma LSD e tem inspirações messiânicas: “O Steve nasceu obcecado em destruir a IBM”, conta no filme o engenheiro Steve Wozniak, que foi co-fundador da Apple.

Toda essa fúria vem do sofrimento: Jobs chora, faz terapia e não se conforma com o sumiço da mãe biológica (para quem não sabe, Steve Jobs é adotado). A namorada de Jobs fica grávida, e ele não quer assumir a criança. Mas acaba exigindo escolher o nome da filha – Lisa, mesmo nome que deu, em 1978, ao antecessor do Macintosh.

Bill Gates é o completo oposto. Faz coleção de revistas Playboy e gosta de beber cerveja jogando pôquer com seus amigos Paul Allen e Steve Ballmer (com os quais viria a fundar a Microsoft).Já os executivos da IBM são mostrados como bocós – um ponto alto do filme é a cena, hilária, em que Gates engana a IBM e vende um sistema operacional que não tem.

A rivalidade entre Jobs e Gates começa em 1977, no lançamento do Apple II. Gates, até então um joão-ninguém, é esnobado pelo colega numa feira de informática. E jura, naquele momento, destruir a Apple.

Com muita malícia, ele fecha um contrato para fornecer programas para o Mac. Quando Jobs percebe, Bill já roubou sua tecnologia e criou o Windows – uma cópia deslavada do Mac.

O filme termina com a Apple se rendendo, em 97, a Bill Gates – coisa que realmente aconteceu.

3 comentários sobre “Documentário:Steve Jobs VS Bill Gates- Piratas do Silício

  1. Juliana outubro 23, 2012 / 7:27 pm

    Um filme encantador para quem pretender ou não entrar no mundo das descobertas que e o “computador”

  2. jordeane Correa outubro 15, 2013 / 2:49 pm

    muito interessante e intrigante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s