GMail: Como cancelar e-mail enviado

Para quem ainda não sabe, o GMail possui um recurso que permite “recuperar” e-mails enviados. Porém, para que isso aconteça, você deve agir dentro de 10-30 segundos após o envio do e-mail.
Na maioria dos serviços de e-mail, quando você recebe a instrução para enviar um e-mail, a mensagem é enviada imediatamente e não é possível cancelar um e-mail que já está enviado para o destinatário. Quando chega um e-mail na “caixa de entrada” do destinatário (o que, em regra, leva menos de 1 segundo), a única solução “provável” para cancelar o e-mail seria solicitar ao administrador do serviço de e-mail para excluir manualmente a mensagem. No entanto, sabemos que as chances são pequenas, até porque os administradores de host de e-mail normalmente não respondem ao pedido, alegando que isso seria uma invasão de privacidade.

O Gmail mudou isso adicionando uma característica muito original e experimental, na qual você pode desfazer “sendemails”. Como ocorre: depois de enviar um e-mail você tem um máximo de 30 segundos para cancelar o email enviado, clicando no link “Desfazer”. Isto é possível pela simples adição de uma fila antes dos servidores do Gmail enviarem o e-mail e não o apagando na caixa de entrada do destinatário. O usuário pode verificar isso enviando um e-mail de teste para si mesmo. Você vai notar que o e-mail só vai chegar em sua caixa de entrada quando o link “Undo” é removido.

Este “Undo Send” (Cancelar Envio) recurso está desativado por padrão e só funciona no Gmail. Para habilita-lo acesse sua conta do Gmail, clique no ícone “Configurações” localizado no canto superior direito da página e selecione “Configurações” no menu. Clique na aba “Labs” e olhar for “Cancelar Envio” por Yuzo F Oops.
Alternativamente, você também pode digitar “Undo Send” na caixa de pesquisa para encontrar rapidamente o recurso. Selecione o botão Ativar e clique no botão Salvar alterações.
Gmail “Undo Send Email” (Cancelar Envio):
Por padrão, você só tem 10 segundos para cancelar o e-mail enviado, mas você pode configurá-lo para 5, 10, 20 ou 30 segundos em “Configurações”. Acesse a página “Configurações” de novo e desta vez a guia “Geral”. Procure “Undo Send” (Cancelar Envio) e defina o período de cancelamento de envio para 30 segundos para que você tenha o tempo mais para cancelar o e-mail.
Enviar período de cancelamento

Após ativar o recurso “Undo Send” (Cancelar Envio), sempre que você acabou de enviar um e-mail, uma caixa de aviso aparecerá no topo central da página dizendo “Sua mensagem foi enviada. Desfazer. Exibir mensagem “. Basta clicar no link “Desfazer” para cancelar a mensagem enviada.

“Desfazer” sua mensagem foi enviada

Infelizmente, isso só funciona no e-mail baseado na web e não em clientes de e-mail com SMTP do Gmail. Outra coisa: se você fechar o navegador enquanto a mensagem ainda está na fila o e-mail será enviado de imediato e não há maneira de desfazê-lo mesmo se você conseguir o login novamente para o Gmail dentro de 30 segundos.

Anúncios

Três alternativas para se proteger do Firesheep

Alternativa 1: Utilizar o plugin NoScript no Firefox e configurar:

NoScript->Options->Advanced->HTTPS

Force the following sites to use secure (HTTPS) connections:
twitter.com
*.twitter.com
google.com
*.google.com
facebook.com
*.facebook.com


Alternativa 2: Instalar o plugin HTTPS Everywhere no Firefox;

Alternartiva 3: Não usar twitter, facebook, gmail e qualquer serviço que não utilize sempre canal seguro para comunicação em redes públicas, ou sempre verificar se o seu acesso é sempre via https ou através de VPN.

Apresentação sobre o Firesheep realizada na Toorcon aqui.

O ataque do Firesheep não é novidade, apenas facilitou com poucos cliques o que já era possível fazer a mão e escancarou o problema. E o Firesheep também não é único, também existe a ferramenta Idiocy, feita em python.

Para os desenvolvedores Web:

– Todos os cookies das aplicações devem estar com a flag “Secure” especificada.

– Outro cuidado é também especificar a flag “HTTPOnly” nos cookies, para evitar ataques do tipo XSS (cross-site scripting).

Para maiores referências, verifiquem a página da OWASP: http://www.owasp.org/index.php/Testing_for_cookies_attributes_%28OWASP-SM-002%29

Fonte:Jczucco